SUMÁRIO DAS CRÔNICAS


A palavra crônica vem do grego “choronikos” (relativo ao tempo) e designa uma lista ou relação de acontecimentos ordenados cronologicamente. Mas não é deste tipo de crônica que falamos aqui, mas do rico gênero literário que hoje é o mais usado. Atualmente considero ser difícil defini-la como gênero literário, devido à sua grande diversidade de características que ela assume.

Entendo a crônica como um relato quase poético do real, situado como narrativa e fazendo fronteira com o ensaio. Em alguns casos, pode ser mais ficcional do que um conto ou romance, mas desnuda a realidade enquanto o pensamento flui livre, sem preciosismos estéticos. A crônica é pessoal e opinativa. Difere do jornalismo porque este é, ou, pelo menos, deveria ser, quase imparcial e objetivo.

O cronista não apenas narra, mas pretende recolocar os acontecimentos da vida no rumo certo, contando com a colaboração dos leitores, por meio da despretensiosa e humanizadora reinterpretação dos fatos, por vezes com humor. Frequentemente até parece conversa fiada. Por vezes parece ao leitor que se trata de uma reportagem, mas, na verdade, nada é por acaso na construção do texto, pois o cronista explora as potencialidades da língua, revelando aos leitores um panorama latente ou mesmo velado. Assim, a crônica está sempre ajudando a estabelecer ou restabelecer a dimensão e o significado das coisas e das pessoas. O lugar da crônica parece estar no gênero narrativo, entre o conto, o ensaio e o jornalismo, especialmente com o editorial, mas sem a formalidade deste.

Será que estou confundindo o leitor ainda mais? O importante é que, a crônica, ou seja lá o que for, só tem valor quando vai além do prosaico e do circunstancial, para atingir em cheio o âmago do leitor, revolvendo-o em seus valores mais íntimos.

São crônicas os textos abaixo? Quais destes textos estão fora de lugar? Com a palavra o leitor!

_________________________________________


Clique sobre o título do artigo para acessá-lo.


A CARTILHA COMUNISTA

A FÉ CEGA

AOS 72 ANOS DE IDADE, FUI VÍTIMA DE "BULLYING”

BRASIL x COLÔMBIA, Corrupção e violência

BRASIL PERDEU SÓ UM JOGO DE FUTEBOL?

BRASIL SOB A LEI DA SELVA

DOUTRINAÇÃO E DESRESPEITO NA UFSC

EM 2010 O DEBATE ERA LULA x FHC

FARSAS DO SISTEMA ELEITORAL BRASILEIRO

O BRASIL ESTÁ POLITICAMENTE ESTAGNADO

O DRAMA JOGADO NO LIXO

O TERRORISMO E A LIÇÃO DE VOLTAIRE

PAÍS DAS MULAS-MANCAS

POLÍTICA NO BRASIL É PANTOMIMA RUDE

"REVOLTA CONTRA E-MAILS POLÍTICOS" & ALIENAÇÃO

MEU DEPOIMENTO E INDIGNAÇÃO DE ELEITOR

UMA NOITE EM HAUNTINGLAND

MENTIRAS E INJUSTIÇAS ELEITOREIRAS

DILMA GANHOU AS ELEIÇÕES DENTRO DAS REGRAS OU CONTRA ELAS?

GRAVES E CONCRETOS INDÍCIOS DE FRAUDE NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

ROUBARAM NOSSO FELIZ E PRÓSPERO ANO NOVO

TEMPO DE ROCK IN RIO





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa